segunda-feira, 6 de junho de 2011

Terapia Despida


Em primeiro lugar quero dar os meus parabéns ao Dr. Pedro Passos Coelho pela vitória nas legislativas de 2011.
Apesar de não ter recebido o meu voto, não posso deixar de admirar um tipo que começou a trabalhar aos 37 anos, logo como Administrador! Ele é como uma virgem que se guardou para o príncipe encantado e não deve ser criticado por isso. Eu se soubesse o que sei hoje, ter-me-ia guardado igualmente, quiçá, toda a vida...
Mas vamos ao que realmente interessa.
Os tempos que se avizinham são difíceis, duros e exigem de todos nós um esforço redobrado para que possamos ultrapassar as dificuldades!
Muitos de nós vão passar por fases críticas, que muito provavelmente deixarão marca. Para todos nós, existe solução! Chama-se “Terapia despida” e foi inventada por Sarah White, uma psicóloga Norte-Americana de 24 anos.
As perguntas que se impõem são: Mas o que é a terapia despida? Há imagens da psicóloga? Ela é boa?!
Para visualizarem melhor, abram uma qualquer Penthouse, resistam à leitura dos artigos e visualizem uma daquelas meninas que estão lá desnudadas. A da página 28 deste mês é um espectáculo! Não que tenha visto, mas um amigo de um amigo, tem um amigo que comprou a revista e contou-me... Agora, imaginem que essa menina é psicóloga. E pronto, aí têm a imagem da terapeuta! Podemos continuar ou ainda vão ficar muito mais tempo na pagina 28?!
Voltando à pergunta acima formulada, esta terapia consiste em ir tirando a roupa à medida que os clientes vão falando dos seus problemas. Segundo Sarah, o que ela faz é simplesmente incentivar os homens a falar do que os atormenta, tirando uma peça de cada vez, à medida que eles vão desabafando.
Para Sarah, as prostitutas e as massagistas são as actuais psicólogas dos seus clientes, o que faz da “terapia despida” algo necessário e que faz todo o sentido.
A primeira sessão, via webcam, custa cerca de 150 dólares, sendo a subsequente (presencial) no valor de 450 dólares.
Resumindo, “terapia despida” consiste em ter uma prostituta licenciada em psicologia a prestar um serviço 2 em 1, tipo Linic e que passa factura.

Boa semana e boas sessões terapêuticas!

1 comentário:

  1. Não só já tinha começado a aprender a cozinhar com a cozinheira nua Flora Cheung e a controlar o meu ritmo cardíaco olhando para os seios das minhas concidadãs, agora vou também poder desabafar sobre os meus problemas pessoais de uma forma saudável e construtiva!
    Obrigado, Pirralho, por mais uma boa notícia!

    ResponderEliminar

N.º Total Visit