domingo, 27 de março de 2011

Olhar para os seios das mulheres, dá saúde e faz crescer!


Que titulo sugestivo!

Um estudo real, realizado recentemente, comprovou que se cada homem olhar todos os dias durante aproximadamente 10 minutos para os seios de uma mulher, está a fazer bem à saúde do seu coração, uma vez que a excitação sexual estimula a circulação, diminuindo assim a possibilidade de desenvolver doenças coronárias.
Mais, o estudo coloca ainda a hipótese de um homem poder viver mais 5 anos, se praticar este exercício visual.
Se há estudos que me deixam felizes, este é um deles! Sendo eu um tipo que gosta de tratar bem o corpo e em especial o coração, vou levar este assunto muito a sério. Apesar da dificuldade em olhar durante 10 minutos por dia para os seios de uma mulher, eu acredito que com esforço, sacrifício e dedicação conseguirei alcançar os objectivos a que me estou a propor. Como sou ambicioso, quero olhar não 10, não 20, mas 30 minutos para os seios de uma mulher, ou várias… Sei que o que me espera é duro, mas estou entusiasmado e isso é o mais importante!
A partir deste momento, quando conversar com uma mulher, não a olharei nos olhos mas sim nos seios. Estarei a ouvir o que ela diz, fazendo ao mesmo tempo exercício para o meu coração. Toda a gente sabe que a saúde está em primeiro lugar, portanto porque não aproveitar e fazer exercício quando se pode?
Contudo, uma dúvida se levanta. O tempo que olhamos os seios deverá ser proporcional ao tamanho dos mesmos, ou é igual? Esta pergunta é pertinente, uma vez que quero cumprir o meu plano de forma rigorosa.
Para finalizar, quero aproveitar para deixar aqui um pedido às pessoas dos estudos: Façam um estudo sobre os efeitos de olhar para o “traseiro” das mulheres. Eu acredito que conseguirão provar que olhar para o “traseiro” das mulheres reduz o colesterol e ajuda a aliviar o stress.

Tenham uma boa semana! Eu vou tratar do coração…






P.S: Em breve este blogue vai ser remodelado... :)

sábado, 19 de março de 2011

Frango com cocorocócó!

Olá meus caros visitantes!
Depois de ter visto um porco a andar de bicicleta e um cão de trotineta, julgava estar preparado para aguentar qualquer surpresa que pudesse surgir na minha vida. Eis que, durante a minha refeição, passou um anuncio na televisão cujo conteúdo quase me estupidificou… o frango com cocorocócó do Pingo Doce.
Confesso que quando surgiu a primeira canção do Pingo Doce até achei piada e por vezes dava por mim a cantar ”Venha ao Pingo Doce de Janeiro a Janeiro…”. Aquilo ficou no ouvido.
Depois, surgiu outra música “Zero de incertezas, zero de preocupação…” que já me começou a fazer uma certa, digamos, comichão.
Contudo, sempre achei que o pessoal do marketing do Pingo Doce era bastante competente, uma vez que sabiam cativar os seus consumidores, com campanhas apelativas, até dizerem que o frango do Pingo Doce tem cocorocócó!
Mas quem se lembra de dizer que o frango tem cocorocócó? Então agora querem que eu escolha o frango deles porque tem cocorocócó?
A pergunta que gostava de colocar a todos vós é: Mas que raio é o cocorocócó? É um cd que vem a acompanhar o frango com as suas últimas palavras no aviário? Será algum efeito sonoro que colocam nos sacos do frango, idêntico à daqueles postais que quando se abrem desatam a tocar uma musiquinha? Até era irónico, abrir o saquinho com o frango assado e começar a ouvir um cocorocócó do falecido frango.
Depois disto, estou preparado para tudo! Que venha de lá o Leite Pingo Doce com Muuuuuuuuuuuuu ou o Presunto com Oinc, Oinc, Oinc. Já espero qualquer coisa.

Tenham uma boa semana com muito cocorocócó para todos!

N.º Total Visit