Coletes Reflectores


Em primeiro lugar, quero deixar um agradecimento a todos aqueles que seguem este blogue e que ao longo destas semanas têm passado por aqui para ver se há novidades. O que tenho para vos dizer é que SIM, vão ter que me aturar!
Curiosamente, desde que parei de escrever o número de seguidores no Facebook tem vindo a aumentar. Parece que a minha inactividade é um sucesso. :)
Seguindo em frente, aposto que se tem carro, terá no seu porta-bagagens um daqueles lindos e fashion`s coletes reflectores, que devem ser colocados por cima da sua indumentária quotidiana, em caso de sinistro.
Pois bem, em Espanha, mais concretamente na Catalunha, as prostitutas vão passar a ser obrigadas a usar colete reflector enquanto praticam a sua arte de “relações públicas”, na via pública. O colete reflector irá permitir que no meio da escuridão, as prostitutas saltem à vista e se evite um acidente fatal. Já não basta uma mini-saia que mostra o umbigo para chamar a atenção, como as pobres coitadas vão parecer trolhas, mas com as pernas à mostra. Só fica mesmo a faltar o capacete…
No meu ponto de vista, apesar de facilitar a identificação das prostitutas, esta medida vai colocar em maus lençóis aqueles pobres coitados que tiverem, por exemplo, um furo naquela zona. A acontecer tamanha tragédia, poderão facilmente ser confundidos com uma prostituta de macaco na mão. Há pessoas que se excitam por ver outras com o macaco na mão…
Não será por certo agradável estar a tentar montar o pneu com alguém a querer festa.
No entanto, algumas pessoas especulam se bastará apenas o colete reflector para salvar a vida às prostitutas.
Assim sendo, porque não colocar a 100 metros da posição de ataque, o triangulo a alertar para o perigo? Poderão também, quiçá, colocar em cima da cabeça das prostitutas uma daquelas luzes rotativas, sempre fazia um efeito engraçado e iam parecer pirilampos no meio do mato…

Desejo-vos uma boa semana e não se esqueçam de ajudar o Olha o Pirralho a ter mais seguidores no Facebook. Se não o fizerem, asseguro-vos que para o ano os impostos vão aumentar para 23%, os abonos vão acabar e é provável que aconteçam cortes nos ordenados! 

Comentários

  1. Essa do macaco na mão tem muito que se lhe diga! Na América até vão mais longe e gostam de "espancar o macaco" (não vou explicar a expressão, ide ao Google se não conheceis).

    Acho que quantos mais sinais e avisos houver, melhor, pois todo o cuidado é pouco - tanto para encontrá-las como evitá-las! Acho que deviam inclusivé colocar postes de sinalização ao longo das estradas a avisar "Mira, que hay putas adelante coño!", juntamente com um limite de velocidade na zona (para evitar atropelá-las e também para dar ao eventual camionista a hipótese de mirar o produto com mais atenção).

    Enfim, folgo por ver o Pirralho de novo em acção! Bom regresso aos posts ;)

    ResponderEliminar
  2. E quem não se arrepende é que paga por quem se arrependeu.

    Acho um pouco estúpido isso do colete reflector. Existem clientes que não querem ser reconhecidos quando solicitam os serviços destas(es) senhoras(es). O uso do colete fará com que quem passa na rua, pare para analisar quem irá recorrer a este tipo de serviço.
    Pode gerar confusão na família do cliente (sendo casado ou não).

    Bem-vindo de novo (:

    ResponderEliminar
  3. saudações caro kipo!!
    bela reflexão esta aqui hum...

    ResponderEliminar
  4. LOL
    Eu acho é que o negócio delas ainda vai ter mais lucro .. sem pagarem o que quer que seja...

    ResponderEliminar
  5. ah ah ah ah ah ah ah ah....
    Fantástico!!
    Abraço
    Pedro

    ResponderEliminar
  6. Em primeiro lugar, obrigado a todos pelos comentários. :)

    Nuno, os avisos são importantes. Essa da placa a avisar que elas estão à frente, seria boa ideia. :)

    b, o melhor será sempre não procurar pelos serviços das meninas. Se as querem, têm que as levar com o colete e tudo. :)

    Otário, obrigado pela sua visita e pelo comentário.

    Palavra Já Perdida, se calhar o próximo passo é as meninas passarem recibo. :)

    Pedro e Pedro, abraço e obrigado pela visita.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário