domingo, 29 de agosto de 2010

Menu Canibal



E se fossem convidados a doar parte do vosso corpo, para servir de refeição num restaurante, mais concretamente, num prato canibal?
Essa é a proposta de um restaurante brasileiro em Berlim, que está à procura de dadores para pratos canibais.
Segundo o que é possível saber, os donos do restaurante pretendem que as pessoas lhes digam qual a zona que eles podem recolher. O que já garantiram, é que pagam a hospitalização e o que for necessário para a recolha da “carninha”.
As reacções não se fizeram esperar, tendo a polémica invadido a capital Alemã. Enquanto muitos pensam que se trata apenas de uma campanha diferente de marketing, outros ficaram aterrorizados com a ideia. Ainda há aqueles, como o meu vizinho do lado, que me confidenciou que já tem bilhetes de avião para ele e para a sogra, para Berlim. Ao que parece, ele vê a grande oportunidade de a sogra de transformar em algo útil. Eu conheço a senhora e acredito que ainda vai dar muitas dores de barriga a muita gente…
A ser verdade, um novo leque de escolha de novas iguarias, abre-se perante nós.
Consigo imaginar as seguintes iguarias, aqui em Portugal:
- Feijoada de antebraço;
- Glúteos panados;
- Apêndice ao bulhão pato;
- Amígdalas com cogumelos e natas.
Que dizem? Vai um pratinho?!

Boa semana e não se esqueçam de comer verduras.

domingo, 22 de agosto de 2010

Burro TDI



Um homem no Norte do país, foi multado pela GNR por conduzir alcoolizado, um burro.
Ao que parece, o Sr. vinha na sua carroça puxada a burro 1.2 TDI (Tracção Dianteira Individual) possivelmente a uns excessivos e alucinantes 10km por hora, quando os guardas o mandaram encostar. Deve ter sido muito difícil para a GNR parar o burro, ainda para mais TDI.
O homem cuja identidade se desconhece (na altura ele próprio nem sabia quem era tamanha era a piela), viu a sua carta apreendida, tendo ficado a aguardar para se apresentar em Tribunal.
Já o burro, esteve para ser apreendido, mas já não havia lugar no parque automóvel do posto. Contudo, o seu dono vai ter que pagar uma série de multas pelas seguintes infracções:
- Burro com cascos rebaixados;
- Fuga de matéria orgânica pela traseira da viatura;
- Falta de seguro para a viatura;
- Falta de inspecção;
- Mau cheiro (burro e condutor).
O condutor do burro já garantiu que até pode ser proibido de conduzir, mas nunca deixará de beber!
Quanto a mim, parece-me uma excelente ideia. O Sr. quando se quiser deslocar de um lado para o outro, sempre o pode fazer agarrado à sua cadela.  
Esperemos, que a GNR não ache que as “cadelas” são um meio de transporte, senão vai ser sacar multas até mais não!


Agora ide às vossas vidas e tenhais uma boa semana!

sábado, 14 de agosto de 2010

A nova droga



Recentemente surgiu no mercado um novo tipo de droga, que não é para ser injectada, nem para ser fumada, nem tão pouco ingerida e muito menos “sniffada”. É para ser ouvida! Chegou a droga em Mp3! É mesmo verdade.
Eu quando tive conhecimento desta notícia comecei a pensar que seria necessário colocar os headphones nas narinas, respeitando a ordem: Auricular direito, na narina direita e auricular esquerdo na narina esquerda - estando assim pronto para a grande moca. Mas, ao que parece, é mesmo para colocar os headphones no local certo (cada um mete onde quiser, está claro).
Mexendo com as frequências, esta droga actua ao nível das ondas cerebrais e é dividida em dois tipos: A droga para relaxar e a droga para aumentar o “speed”.
Ou seja, se quiser sentir-se relaxado como se estivesse num SPA, coloque os headphones e drogue-se pelos ouvidos! Fácil não?!
É de facto bom que alguém se dê ao trabalho de criar droga em mp3, para que as pessoas se possam drogar, sem grandes problemas e dificuldades, por um valor baixo. De hoje em diante, podemos ir no comboio e ter ao nosso lado um jovem a drogar-se durante a viagem, sem ninguém se aperceber. Quer dizer, nos comboios as pessoas também podem ser mortas que ninguém se importa, mas pronto.
Esta droga, permite que toda a família se drogue. Até a avó se pode drogar com um simples reprodutor de mp3. “Oh mãe! A avó está outra vez a drogar-se com o meu mp3”.
A tecnologia atinge assim um patamar nunca antes alcançado.
Acredito que dentro de pouco tempo, teremos ficheiros de mp3 que irão dar prazer a quem os ouve. Basta fazer a música na frequência certa e é ver o pessoal a chegar à Baixa-Chiado e a ter orgasmos em pleno metro! Era, literalmente, a loucura!

Divirtam-se que eu vou continuar a ouvir a minha droga em mp3 e a falar com o meu amigo de verde, que vem do Planeta Urano e que está aqui ao meu lado.

sábado, 7 de agosto de 2010

Livros de auto-ajuda


Basta olhar com mais atenção e deparamo-nos, numa qualquer livraria, com uma imensidão de livros de auto-ajuda. Este tipo de livros, ao que parece, até tem bastante procura por parte dos portugueses e cobre uma panóplia incrível de assuntos, desde amor a dinheiro.
No entanto, apesar das suas boas vendas, os resultados são a meu ver, escassos. Eu nunca conheci ninguém que se auto-ajudasse com um livro. Com uma revista Playboy, soube de casos de pessoas que se auto-ajudaram bastante, agora com um livro... mas cada um é como é! Além do mais, não me parece nada prático. Se ainda fosse um DVD...
Por exemplo, uma pessoa que procure um livro para a ajudar a encontrar o verdadeiro amor, está a perder tempo. Se não o encontrou até agora, vai encontrar depois de ler o livro? Se assim fosse, toda a gente encontrava o verdadeiro amor, com excepção dos analfabetos.
Outro bom exemplo que me ocorre, é o livro que nos ajuda a ganhar muito dinheiro. Agora, pensem comigo: Se o autor tivesse a chave para o sucesso ia perder tempo a escrever livros? Ah, pois é!
Também existem aquelas pessoas, que compram livros para as ajudar a gerir o seu dia-a-dia, ganhando tempo. A estas pessoas, queria deixar uma mensagem: PAREM DE LER LIVROS! Vão ver que ganham tempo.
Porém, tenho que concordar, que alguns livros até transmitem mensagens positivas, que nos dão imensa alegria e prazer, como o Kamasutra, que de certa forma é um manual de auto-ajuda para aprender a fazer o que devíamos saber fazer. Este livro mostra o amor entre duas pessoas nalgumas posições quase impossíveis ou com grande possibilidade de lesões graves.
Se por acaso, está a pensar em comprar algum livro de auto-ajuda (com excepção do Kamasutra) pense duas vezes antes de o fazer. Mais vale ficar por aqui a ler parvoíces, sem gastar dinheiro.

Boa semana!

domingo, 1 de agosto de 2010

Estou de volta!


Olá!
Estou de regresso das minhas tão queridas férias!
E perguntam vocês: “E então, correu bem?” Ainda bem que perguntam!
Correu tudo muito bem, mas para ser sincero, regresso das minhas férias completamente esgotado.
O simples facto de estar deitado na praia, de barriga para baixo e de ter que me voltar para cima, cansa imenso! E eu fiz isto várias vezes! Já para não falar na altura em que tinha que ir ao banho. Era muito árduo!
Por outro lado, este Verão trouxe-me finalmente a hipótese de usar as minhas braçadeiras da Hannah Montana, que comprei na feira do relógio, no inicio deste ano. Era ver as pessoas todas a gabar-me as braçadeiras! Ah, pois é! Quando se tem pinta, tem-se!
Consegui igualmente atingir o objectivo que me comprometi alcançar nestas férias, que foi nada mais, nada menos, do que nadar nu no mar. Mais ainda do que a inibição inicial, tive que lutar com o medo de nadar com o material completamente exposto, tal e qual como vim a este Mundo! A sensação é estranha, confesso. Nos meus mais intimos pensamentos, receava o momento em que um carapau aparecesse do nada e me mordesse no “dito”. Não sei porque pensei no carapau, mas a verdade é que pensei. Obviamente, que este episódio foi já ao final da tarde, com muito poucas pessoas na praia. Contudo, uma velha que se aproximou da beira-mar, reparou na minha linda figura e comentou: “Que desgraça”. Ainda hoje estou para tentar perceber a que desgraça se referia ela...
Enfim, regresso cheio de vontade de escrever imensos textos com piada, apesar da piada ainda não ter aparecido...

Divirtam-se e aproveitem o Verão! E não se esqueçam, que quando virem um gajo com braçadeiras da hannah montana dentro de água, sou eu!

N.º Total Visit