sábado, 30 de janeiro de 2010

A Robot Sexual


Numa altura em que a tecnologia vai mudando o Mundo e a forma como nos relacionamos com o outro, surge no mercado a primeira boneca-robot para fins sexuais.
Depois do lançamento da Bimby, máquina que faz praticamente tudo nas nossas cozinhas, o que poderia faltar a um tarado solitário? É isso mesmo, fazia falta uma mulher robot!
Assim, nasceu a Roxxxy, uma boneca com pele sintética, fisionomicamente semelhante a uma mulher, com um peito bastante avantajado, e que pode ser loura, ruiva ou morena.
Uma das grandes vantagens, segundo o criador é que ela pode fazer tudo, menos evacuar e cozinhar. Os dias da velhinha boneca insuflável estão mesmo a terminar.
Para convencer os mais cépticos, a Roxxxy já vem pré-configurada com cinco tipos de personalidade (A Frígida, A Doida, A Sadomasoquista, A Colegial e A Madura) e nunca tem dores de cabeça! Permite ainda, que o dono crie a personalidade que mais gostar, podendo-a partilhar com outros tarados via internet.
Por 7000 dólares já pode levar para sua casa a sua Roxxxy e divertir-se à grande com um pedaço de plástico que fala e que grita de prazer.
No entanto, o que me faz mais confusão é que a boneca não se mexe. Então para que é que servem as personalidades, pergunto eu? Para mim, fazer “o amor” com a Roxxxy será idêntico a fazer “o amor” com um rádio, com mamas de plástico. Uma pessoa faz o esforço todo e ela fica a olhar para nós com aquele olhar de boneca de plástico e nada.
Tanta tecnologia e é o melhor que conseguem?
Ao menos se boneca mexesse os olhinhos…

sábado, 23 de janeiro de 2010

Aqueça-me na cama!



Um pouco por todo o Mundo o frio constitui um dos grandes problemas na altura de dormir. Muitas pessoas dormem mal e muitas demoram imenso tempo a aquecer.
Ao longo dos anos, têm aparecido vários artigos com bastante utilidade, com o objectivo de reverter esta situação, entre os quais os cobertores eléctricos.
No entanto, um Hotel bastante famoso acabou de criar no Reino Unido o primeiro serviço de aquecimento humano, que dá a possibilidade ao cliente de requisitar, gratuitamente, um funcionário para o aquecer, durante cinco minutos!
O Hotel Kensington, da Holiday Inn, em Londres, torna-se no primeiro hotel a colocar os seus funcionários na cama com os clientes para os deixar quentinhos.
Tal e qual um saco de água quente com braços e pernas, o funcionário vai deixar que o cliente se encoste a ele, até ficar confortável. O mentor desta ideia acredita, que este serviço será uma mais valia para o Hotel, no sentido em que deixa o cliente muito feliz.
Para mim, a ideia é muito boa e pode ser o inicio da criação de vários serviços de apoio directo ao cliente.
Como gosto de opinar e sugerir, acredito que deveriam pensar num serviço de apoio ao cliente durante o visionamento televisivo, onde o funcionário se sentaria ao lado do cliente e ia mudando os canais da TV, sempre que necessário. Poderiam também proporcionar um serviço de apoio á refeição, onde o funcionário daria o comer à boca do cliente e arrefecia a comida se necessário.
Agora, o que realmente faz falta, é um serviço de apoio na altura de urinar. Um funcionário treinado, garantiria que o cliente urinaria no local indicado e sem o esforço necessário de segurar… o “dito”.
Seria bom que as empresas pensassem em nós, até na altura de urinar.

sábado, 16 de janeiro de 2010

Procura-se Bombista Suicida



No nosso dia-a-dia, são frequentes as notícias sobre atentados perpetrados por bombistas suicidas. Estes, morrem por acreditarem que estão a lutar por uma força superior, deixando para trás a sua família e amigos.
E o que leva alguém no seu perfeito juízo a querer ser bombista suicida? Além de terminarem a carreira bastante cedo, o fim é sempre o mesmo! Que piada tem?!
Convictos que lá em cima vão ter 70 mulheres virgens á espera deles, atiram-se contra tudo o que mexe, fazendo-se explodir.
A mim parece-me que alguém deveria por cobro a esta situação, que se tornou moda no Médio Oriente e até na Palestina. Será que não podem “atentar” sem se magoar? Seria melhor, não?! Podiam apenas correr aos berros pelas ruas, e se quisessem atiravam-se contra uma parede e diziam “BOOM”! Ficava a intenção e ninguém se magoava.
Além do mais, um bombista suicida não se pode gabar do seu feito aos seus amigos, família ou até mesmo às gajas, porque simplesmente ele ficou no meio do feito. Se já é difícil pensar nos homens que explodem assim, o que dizer das mulheres bombistas suicidas? Será que querem ter 70 novas amigas para ir às compras? Não entendo.
Uma outra questão que me deixa intrigado é: Mas como é que é feito o recrutamento de um bombista suicida? Serão convencidos pelas 70 virgens que irão encontrar? Ou será algo assim:

Como será?



sábado, 9 de janeiro de 2010

Ganhei o Euromilhões!




“Ganhei o Euromilhões!” é o que eu vou gritar quando acontecer o momento que irá marcar uma mudança profunda na minha vida.
Todos nós, os que apostam, anseiam em conquistar o 1º prémio do Euromilhões. Muitos são aqueles, que navegam por sonhos que quase nunca se concretizam.
Também eu tenho sonhos e objectivos a cumprir com o 1º prémio do Euromilhões! O primeiro, sem olhar a custos, será comprar um carro em segunda-mão, azul de preferência. Já que posso gastar dinheiro, a minha preferência em termos de modelo recai no magnífico Citroen Saxo.
Em segundo lugar, a compra de um apartamento será uma realidade. Sou bem capaz de vir a adquirir um T2 na Baixa da Banheira, já com WC incluído e com parqueamento na rua.
Em terceiro lugar, não olharei a preços para viajar. O L123 – passe social, será uma excelente opção para visitar Lisboa e arredores.
Obviamente que as férias de sonho não serão esquecidas e em quarto lugar irei reservar durante 7 dias uma barraquinha numa das praias da Costa de Caparica, já com uma garrafa de água de 1,5l e uns pasteis de bacalhau incluídos no preço! Que maravilha!
Eu sei que já estou a ser um pouco excêntrico de mais, mas onde eu vou mesmo, mesmo, mesmo torrar imenso dinheiro será em roupa! Abriu aqui perto de minha casa uma loja do chinês que tem calças, camisas, blusões, meias e até mesmo sapatos! Não é o máximo?! Sou mesmo capaz de comprar uns 3 pares de sapatos! Eu sei que sou um pouco doido…
Por último, os amigos e a família não serão esquecidos! Para todos, vão caixinhas de Ferrero Rocher, embrulhadas no bonito papel do Modelo! Quem é amigo?! Quem é?!


Cumprimentos para todos, deste excêntrico!




P.S.: Esqueci-me de referir que nos meus sonhos, eu ganho mesmo 40 milhões de euros, só que acabo sempre por os depositar no BPP…

domingo, 3 de janeiro de 2010

Antes do Crepúsculo




Em primeiro lugar, um bom ano de 2010 para todos!
Todos os anos somos inundados por filmes melosos, que só de pegar no dvd ficamos com as mãos pegajosas.
Estou a lembrar-me, por exemplo, do Senhor dos Anéis que mostra a história de amor entre Frodo e Sam, tendo pelo meio um Anel, que para mim é só para disfarçar.
Outro exemplo, mas bem mais antigo, é o aclamado sucesso Titanic que descreve em 3 horas, o amor entre um pobrezinho e uma mulher rica e a descoberta desta do prazer de cuspir borda fora. A partir do meio do filme o barco vai-se afundando, finalmente.
Por estes dias, toda a gente fala do Crepúsculo (Twilight), uma obra que retrata o amor entre um vampiro e a sua refeição humana, que se tornou num verdadeiro sucesso em todo o Mundo.
Depois de ver todo o sucesso que uma obra melosa tem junto da nossa sociedade, também eu resolvi por mãos á obra, criando uma obra melosa.
Assim, nasce a ideia da história “Antes do Crepúsculo” (Before Twilight), que conta a história de um amor entre o pastor Álvaro Monte e a sua cabra Nucha. No fundo, Álvaro Monte apaixona-se pelo animal que ia comer, num drama épico, passado no Alentejo profundo, numa localidade sem água potável.
De um lado, a cabra Nucha que luta contra a sociedade que vê nela uma cabra!
Do outro lado, Álvaro Monte que resiste á tentação de comer a cabra Nucha, por amor a esta e também porque é casado com uma vaca.
Ainda nesta trama, o Sr. Isidro e o Sr. Raul que veêm na cabra Nucha a refeição perfeita.
Por fim, a cabra Ticha que inveja o sucesso da cabra Nucha.
Também pensei em escrever sobre o amor entre duas pessoas, mas não era a mesma coisa.
Tenho a certeza que será um sucesso!

N.º Total Visit